Como medir febre de cachorro: aprenda como cuidar do seu cãozinho

17 de abril de 2018 Mundo Pet

Você sabe como medir febre de cachorro? O aumento da temperatura corporal é um indicativo importante de que algo não vai bem com a saúde do cão. Tal como ocorre com o ser humano, esse aumento aponta que o organismo está reagindo a algo maléfico. Sendo assim, merece total atenção do tutor que deve investigar o motivo.

As causas da febre podem ser muitas, como fúngicas, bacterianas e virais. Mas, diante desse sintoma, a primeira coisa que você deve fazer é tentar baixar a temperatura de seu pet e levá-lo ao veterinário o mais rápido possível. O profissional vai investigar o real motivo da febre e tentar combater o problema logo no início.

Temperatura normal dos cães

Diferentemente do que muitos imaginam, a temperatura corporal normal de um cão varia entre 38 e 39,5 graus Celsius. Um cachorro com febre apresenta uma temperatura acima de 39.5 graus. Acima de 40 graus já é considerada alta e o aconselhável é levá-lo ao atendimento veterinário com urgência.

Sinais de que seu cão está com febre

Em casos em que você não tenha em mãos um termômetro, alguns sinais podem indicar que seu bichinho está com febre. Verifique o seu focinho — se estiver com aspecto seco e mais quente que o normal pode ser indicativo de febre. Outros sinais apontam o sintoma, como orelhas quentes, tremores, perda do apetite, tosse e vômito.

Como medir febre de cachorro

Você pode aferir a temperatura de seu cão com um termômetro comum utilizado pelos humanos ou um do tipo veterinário, que se diferencia por apresentar um bico para ser colocado no ouvido do pet. 

Para utilizar a aferição da temperatura a partir de um termômetro comum, você deve seguir os seguintes passos:

  1. Balance o termômetro até que o mercúrio chegue a 35º ou menos que isso;

  2. Lubrifique a ponta do termômetro, que pode ser vaselina, para não causar desconforto no cão ao introduzir o medidor em seu ânus;

  3. Se o cão for muito inquieto ou mesmo bravo é aconselhável que você faça a aferição de sua temperatura com a ajuda de outra pessoa. Coloque o bichinho na posição deitada, para que ele não se mexa e possa vir a se machucar;

  4. Introduza cerca de 1/3 do termômetro no ânus de seu cachorro e deixe o medidor por pelo menos dois minutos;

  5. Tire o medidor e logo após verifique a temperatura indicada. Se ela estiver acima dos 39,5 graus, seu cachorro está febril, acima disso leve-o logo ao veterinário;

  6. Logo depois esterilize o termômetro com álcool.

Dicas para reduzir a febre em cachorros

Se você estiver impossibilitado de levar o seu bichinho de estimação ao veterinário, você pode tomar algumas medidas que ajudam a baixar a febre, mas será apenas paliativo, e momentâneo até você poder consulta-lo Confira:

  • molhe uma toalha com água fria e aplique sobre as orelhas e patas do pet;

  • ofereça a ele bastante água;

  • dê um banho em seu cão com a água quase fria, apenas se o tempo não estiver muito frio.

Durante o tempo que o seu cãozinho estiver amuado, evite brincar com ele, deixe-o em repouso até que melhore. Evite também medicá-lo por conta própria. Em caso de dúvida, ligue para um veterinário de confiança para saber o que fazer.

Como podemos conferir neste artigo, é importante saber como medir febre de cachorro. É essencial que o tutor fique sempre atento aos sintomas e sinais em seus pets. Eles podem apontar doenças e, muitas vezes, o diagnóstico precoce pode evitar que se agravem. Fique atento!

Gostou deste artigo. Muito útil, não é mesmo? O que acha de assinar a nossa newsletter e receber, em sua caixa postal, outros artigos interessantes como este? Até a próxima!