Centro de reabilitação veterinário: saiba como funciona

7 de fevereiro de 2018 Mundo Pet

A medicina veterinária tem se desenvolvido muito rapidamente e vem popularizando novas formas de aumentar a qualidade de vida de nossos filhos de quatro patas.

A fisioterapia veterinária é uma especialização que está crescendo nos últimos anos e um bom centro de reabilitação veterinário é capaz de oferece tratamento e alívio para diversos problemas ortopédicos, neurológicos e também ajudar no combate à obesidade.

Entre as dificuldades que podem ser amenizadas pela reabilitação animal estão doenças ortopédicas — como artrite, artrose, displasia coxo-femural e de cotovelos — e a recuperação de fraturas ou lesões musculares.

Pets com processos inflamatórios e problemas neurológicos, como hérnia de disco, paralisia e dor na coluna, também podem ter essas técnicas como grande aliada.

Além disso, em gatos e cães idosos a reabilitação pode ajudar a fortalecer a musculatura, proporcionar bem-estar e aumentar sua qualidade de vida. Nos mais obesos, colabora para a perda de peso e a melhora do condicionamento físico.

Cada problema terá uma terapia ou conjunto de procedimentos mais adequado para seu tratamento e cabe ao veterinário indicar ao tutor as melhores opções. Conheça abaixo algumas formas de reabilitação animal e entenda como ela pode melhorar a vida de seu pet.

Hidroesteira

Essa técnica, na qual uma esteira é colocada dentro da água, é bastante utilizada para a recuperação de lesões e em pós-operatório. Na água aquecida de um centro de reabilitação veterinário, o pet realiza exercícios com baixo impacto nas articulações e pode fortalecer a musculatura, além de melhorar o equilíbrio e a coordenação.

Costuma ser também o tratamento mais indicado para gatos e cães obesos, auxiliando na perda de peso e no aumento da mobilidade.

Eletroterapia

Esse procedimento utiliza correntes elétricas para combater a dor, proporcionar relaxamento e auxiliar na recuperação de massa muscular. Nessa técnica, podem ser usados diferentes tipos de correntes e de intensidade dos estímulos, de acordo com o objetivo.

É recomendando em casos de atrofias, fraturas, problemas respiratórios e neurológicos.

Massoterapia

A massoterapia consiste em massagens locais para aumentar a circulação e diminuir a dor e a tensão muscular. É uma ótima terapia para tratar lesões, problemas de articulação e contrações musculares.

Também ajuda a aumentar a confiança e o vínculo do seu pet com o profissional de reabilitação, promovendo bem-estar e relaxamento.

Termoterapia

Nessa terapia é aplicado calor em uma área do corpo do pet. Ela é eficaz para auxiliar cicatrização, relaxar a musculatura, controlar a dor e aliviar espasmos.

A termoterapia pode ser realizada de forma superficial — com uso de equipamentos como bolsas e cobertores térmicos ou lâmpadas de raio infravermelho — ou de forma profunda, com o ultrassom terapêutico.

Acupuntura

É uma técnica indicada para tratar um grande número de problemas veterinários, de musculares e ósseos até respiratórios e reprodutivos! Com o estímulo de determinados pontos do corpo, busca equilibrar o organismo e, por isso, auxilia no tratamento de diversas enfermidades. É bastante indicado para melhorar a qualidade de vida de pets idosos.

Com essas e outras técnicas de terapia, o centro de reabilitação veterinário está preparado para receber seu amigo e dar a ele uma vida mais saudável, longa e ativa.

Se seu companheiro precisa de reabilitação ou você quer mais informações sobre essas terapias, entre em contato com a LM Veterinária e tire todas as suas dúvidas!